Olá Setembro

hello september@weheartit.com

08:30. Corre uma ligeira brisa e uma neblina envolve o dia que ainda amanhece. ” Já cheira a Setembro”, penso para mim. De facto, o mês não se atrasou. Aliás, os últimos de Agosto já anunciavam a mudança de mês numa antevisão da mudança de estação. Ainda estamos no verão, é verdade, mas já não é o verão de Julho. E que o digam os miúdos: em Julho os dias corriam longos e com a perspectiva de dias e dias de férias, brincadeira e afins. Agora já se avista a escola, dias atarefados e mais curtos.

Eu sou fã do mês de Setembro, da tranquilidade e paciência que para mim representam. É o mês que me deu vida e viu nascer uma das minhas Princesas. É o do começo e do recomeço. Olá Setembro!

imagem/image: we heart it

Férias…quase lá!

A minha princesa mais nova fez 2 meses! Os dias passam rápido e não tarda muito estaremos os quatro – mãe, pai e 2 princesas – a embarcar numa viagem tranquila pelo nosso lindo país numas merecidas férias em família. É necessário começar a pensar na logística e na organização da mesma: 2 semanas com 2 crianças não é fácil, mas também não é impossível!

A princesa mais nova terá os seus 3 meses feitos e, após consulta com o pediatra, não há nenhum impedimento para a viagem desde que o bom senso impere, claro! Visitas à praia apenas bem cedinho ou no final do dia. Mesmos os passeios devem ser evitados durante as horas de maior calor. O mito de que os bebés mais pequenos não podem beber água foi desvendado: o pediatra diz que, embora o leite materno contenha mais de 75% de água, podemos dar água mineral fervida, principalmente na estação que se avizinha, a qual traz dias muito quentes.

Sair de férias com um “piolho bebé” e uma “pulguinha” de 7 anos requer algum planeamento pelo que também decidi procurar algumas dicas online e gostei muito deste artigo do Life&Style do PUBLICO:

http://lifestyle.publico.pt/artigos/291589_partir-de-ferias-com-um-bebe-e-possivel/2

O artigo resume em poucas palavras o essencial para uns dias fora de casa com um bebé.

O nosso local de férias também foi escolhido tendo em conta o bem estar das mais pequenas. Uma viagem de automóvel não muito longa e cujo trajecto permita paragens fáceis e práticas. O alojamento será espaçoso (permitindo cama extra, berço e área de descanso) e as áreas envolventes terão muita sombra, espaços verdes e parques infantis.

Para além de todos estes pormenores existe ainda mais um ponto: a princesa mais velha termina já na próxima semana o ano letivo. As férias grandes de verão estão aí e já comecei a ver actividades onde a minha princesa mais velha possa participar quando regressarmos. As escolhas são variadas e penso que o mais difícial será decidir!

Felizmente hoje em dia existem inúmeras opções para que pais e filhos possam desfrutar conjuntamente e em pleno de fantásticas férias, fins de semana ou tempos livres.

Ficam aqui algumas sugestões:

http://pumpkin.pt/

http://www.visitalentejo.pt/pt/roteiros/ferias-em-familia/

http://boacamaboamesa.expresso.sapo.pt/boa-vida/roteiros/ferias-melhores-resorts-para-toda-familia-4847599

Abaixo fica uma foto das férias do ano passado. Visitámos Sintra  – a princesa Mari adorou conhecer os palácios e sentir-se uma rainha! – e ainda tivemos o privilégio de ficar na Arrábida e ver os golfinhos no Sado!

palácio da pena

O melhor do meu dia de ontem.

Confesso que o melhor do meu dia de ontem foi o chegar a casa! Depois de um dia de trabalho e de uma cabeça cheia de vento, causada pela rinite que me visita de tempos em tempos, finalmente, vi-me à porta de casa com uma princesa ao meu lado e outra dentro de mim. Abriste-nos a porta com o teu sempre sorriso meigo e doce. Em casa estava agora depois de um beijo de boas-vindas. Entre conversas, risos e sons do dvd da Barbie, vou confeccionando o jantar. A minha princesa mais velha é a primeira a terminar e salta da mesa após permissão para o fazer. É uma sensação de prazer e vagar imenso que me enche enquanto termino o meu chá na tua companhia e ouço, de longe, as brincadeiras da Mari no seu quarto de princesa-fada-sonhadora.

Obrigada!

Obrigada ao Blog “Dias de uma princesa” e à Catarina Beato por uma iniciativa tão simples e, ao mesmo tempo, tão cheia de sentimento!

Não deixem de visitar: http://diasdeumaprincesa.clix.pt/p/o-melhor-do-meu-dia.html

O melhor do meu dia.

O melhor do meu dia chega em duas fases: o antes e depois do trabalho. –  Com isto não quero dizer que o período temporal passado no meu local de trabalho seja mau. Sou feliz também por fazer o que gosto. – No entanto, o melhor, melhor de tudo está no acordar e no regressar! Adoro acordar todos os dias ao lado do amor da minha vida para, em seguida, ir acordar o meu outro amor: a minha princesa de olhos grandes e sorriso rasgado! Adoro de igual forma o regressar a casa, rever quem amo, partilhar uma refeição e descansar. Mais um dia se cumpriu! Sou feliz!

Festa de Aniversário e muitas crianças!

DSCF1516 - Cópia

Organizar uma festa de aniversário parece, à primeira vista, muito mais simples do que realmente é. A minha princesa completou 7 anos o mês passado e, antes de tudo mais, havia que decidir o espaço.

Primeiro passo: Decidir o local.

Recordo-me bem das minhas festas de aniversário em casa! A minha mamã costumava fazer um bolo pão-de-ló maravilhoso, o qual cobria com creme de chantilly e decorava com imensas bolinhas de açúcar coloridas! Eram os bolo mais fantásticos de sempre! Para além disso, havia sempre sanduiches de verdadeiro pão de forma, mousse de chocolate e torta de morango, tudo feito pela D. Noémia, a senhora minha mãe!

Foi com estas preciosas recordações que acenti que a festa fosse em casa. Quem sabe, um dia, a minha princesa recordará com igual nostalgia as suas festas de aniversário.

Segundo passo: Decidir o que servir.

Keep it simple!  Há que ter comida saudável, mas também guloseimas. Caso contrário não “sabe” a festa!!!

Sanduiche de queijo, espetadas de fruta, gelatinas, batata frita e pipocas. Muita água e alguns sumos de fruta, sem açúcar 😉

Terceiro passo: Decoração e logística.

Como mãe (ou pai) sabe bem o que o seu “piolho” gosta! E é só dar asas à imaginação!

Se decidiu fazer a festinha em casa, como eu, há que pensar em determindaos detalhes para que as crianças se sintam à vontade. Dicas:

  • Ter um cestinho à porta para que possam deixar os sapatos à chegada.
  • Ter meias anti-derrapantes para os ilustres convidados.
  • Desvie qualquer móvel com cantos salientes.
  • Tenha atenção a portas e a varandas.
  • Coloque muitas almofadas no chão, na sala, no quarto do seu “piolho”, etc, para brincarem mais confortavelmente.
  • Organize jogos, desenhos para pintar ou uma sessão de cinema.

Quarto passo: Compras.

Quinto passo: Dia da Festa.

No dia da festa apenas precisa de colocar tudo em ordem! Divirta-se!

És tu.

Joana de Vasconcelos_Coração Independente Vermelho #1

Eu cá. Tu aí.

Eu cá, na província, terra de mouros, sol ardente, neste calor de braseiro entre as praias de cristal e a serra ondulante.

Tu aí, na cidade de gente de braços de ferro, naquela baía plantada entre um arco-íris de azul e verde.

Vivo entre linhas de asfalto que me levam a todos os locais onde algum dia já estivemos. Tudo me lembra de ti.

Vivo a cada dia para me recordar que sem ti não me conhecia; que mais valem mil quilómetros de distância do que um silêncio mudo e entorpecido.

Vivo e respiro contigo.

 

Imagem: Coração Independente Vermelho #1 by Joana de Vasconcelos @facebook.com/pages/Joana-Vasconcelos